Fernando Bujones, uma biografia

 

FERNANDO02-smaller-file

Biografia Português – Fernando Bujones (www.fernandobujones.com)
1955 – 2005
 
Mundialmente Renomado Celebridade do Balé

Homenageado no Hall da Fama de Artistas do Estado da Flórida/ Diretor Artístico / Coreógrafo & Professor/Elogiado como um dos melhores dançarinos do século 20 e aclamado como o “O maior dançarino masculino Americano de sua geração”.

  • Nascido em Miami, Flórida, Bujones fez sua estréia profissional de dança em 1970 com o Andre Eglevsky Ballet Company, em Nova York.

 

  • Em 1972 ingressou na American Ballet Theatre, em Nova York.

 

  • Em 1973 ele se tornou um solista com a companhia e em 1974 ele foi promovido a bailarino principal, tornando-o mais jovem dançarino principal na história do American Ballet Theater e um dos mais jovens do mundo.

 

  • Em 24 de julho de 1974, Bujones subiu ao estrelato quando ele se tornou o primeiro bailarino Americano a ganhar a medalha de ouro na Sétima Competição Internacional de Ballet de Varna, Bulgária, considerada por muitos como as Olimpíadas de dança.

 

  • Competindo aos 19 anos, com idade para competir na categoria júnior e por escolha competindo na categoria sênior, ganhou a prestigiosa medalha de ouro e o diploma especial de “highest technical achievement.”

 

  • Em 1976, a convite de Márcia Kubitschek, filha do ex-presidente Juscelino Kubitschek, dançou pela primeira vez no Brasil no estádio do maracanãzinho para um público de 15,000 mil pessoas.

 

  • Em 1980, casou-se com Márcia Kubitschek em Nova Iorque.

 

  • Em 1983, nasce sua única filha, Alejandra Patrícia Kubitschek Bujones.

 

  • Ao longo de três décadas de carreira, Bujones apareceu como um artista convidado, em 33 países ao redor do mundo (que abrange todos os continentes) e em mais de 60 companhias de dança, incluindo as mais prestigiadas, tais como: American Ballet Theatre, The Royal Ballet, The Paris Opera, o Ballet de Stuttgart, Vienna State Opera, Bolshoi Ballet e muitos outros.

 

  • Ele foi o primeiro americano a ser convidado para dançar na Ópera de Paris. E no histórico momento da abertura política da União Soviética, ele foi o primeiro Americano a ser convidado para dançar no Kremlin em Moscou com Bolshoi Ballet. 

 

  • Como artista ele dançou extenso repertório clássico e contemporâneo e dançou com as bailarinas mais famosas do século 20, entre elas: Dame Margot Fonteyn, Natalia Makarova, Carla Fracci, Cynthia Gregory, Marcia Haydee, Antoinette Sibley, Gelsey Kirkland , Marianna Tcherkassky, e muitas outras.

 

  • Bujones foi homenageado com vários prêmios prestigiosos como: “The Outstanding Young Men Prêmio da América”, “The New York Times / Flórida prêmio”, “The Hispanic Heritage Award”, para citar apenas alguns e em 1982 ele tornou-se o mais jovem beneficiário do Dance Magazine Award, que afirma: “Fernando Bujones treinado como Premier Danseur, cuja exuberância e excelência técnica nos papéis que vão desde o clássico ao contemporâneo têm estimulado audiências ao redor do mundo com sua sensibilidade artística, beleza e alegria da dança.”

 

  • Em 1985, Bujones foi convidado para dançar na Casa Branca para o presidente dos Estados Unidos (Presidente Reagan)

 

  • 4 de Maio de 1991, ele recebeu uma “Proclamação do Governador do Estado de Massachusetts”,  homenageando-o por 20 anos de carreira durante a gala “Bravo Bujones” que comemorou “duas décadas de sua ilustre carreira”.

 

  • Em 2 de junho de 1995, o Sr. Bujones fez sua despedida com o American Ballet Theatre no Metropolitan Opera House de Nova Iorque e por 20 minutos, ele recebeu uma ovação em pé do público, juntamente com uma carta de felicitações do Presidente dos Estados Unidos (Presidente Clinton) citando a sua “vida de excelência artística”.

 

  • Em 1996, o Sr. Bujones foi convidado para ser o Coreógrafo do Departamento de Dança da Texas Christian University. Sr. Bujones que há muito tem sido associado com o carisma e energia que ele traz para o seu trabalho, continuou a servir Dança com sucesso em muitas maneiras. Em 1996,  ele foi convidado para ser o jurado Américano E.U.A. Paris VII Competição Internacional de Dança. Além disso, serviu como co-presidente e integrante do Comité Executivo da “Hispanic Heritage Awards” em Washington DC e tem sido um membro do Conselho Consultivo para várias prestigiadas Revistas de Dança.

 

  • Como coreógrafo ele montou muitos de seus balés em prestigiadas companhias de dança como: American Ballet Theatre, o Balé Nacional do Canadá, Boston Ballet, Ballet Atlanta, Tokyo Ballet, The Torino Opera Ballet, Companhia Nacional de Dança do México e outros. Ele é muito procurado como professor e treinador, com uma reputação internacional, tendo ensinado no Paris Opera (Ballet), Ópera de Munique (Ballet), A Ópera Torino (Ballet), A Opera Norueguês (Ballet), o Balé Nacional do Canadá, Boston Ballet, Atlanta Ballet, Companhia Nacional de Dança do México.

 

  • Em abril de 2000 o Sr. Bujones foi nomeado o diretor artístico do Balé Orlando (anteriormente conhecida como Southern Ballet Theatre) e sob a sua liderança dinâmica, a companhia floresceu e alcançou aclamação nacional. Bujones “mistura única de habilidades e de amplo conhecimento da forma de arte tem produzido um selo distintivo que foi elogiado publicamente e crítica.

 

  • Em 8 de março de 2002, Fernando Bujones recebeu a maior honra em sua carreira quando ele foi incluso pelo Secretária de Estado da Flórida, Katherine Harris na “Flórida Artistas Hall da Fama” proclamando-lhe um honra do Estado ao mais alto nível cultural e juntou-se a esses nomes luminares como Ernest Hemingway e Ray Charles.

 

  • Na apresentação da sua inclusão lê-se:
    “Uma lenda viva na Dança, o artista Fernando Bujones cujas realizações ao longo de quase três décadas e sua presença carismática cativou audiências em todo o mundo. Como Bailarino e Coreógrafo, Bujones aumentou a energia e o entusiasmo da Dança por causa de seus brilhantes movimentos.”

 

  • Em meados de 2001, Bujones começou a escrever a sua autobiografia em conjunto com a sua irmã e treinadora desde criança, Zeida Cecília Mendez. Após a sua repentina morte, Zeida em conjunto com a família e amigos completaram o livro de Fernando Bujones que está sendo lançada em Miami em conjunto com o documentário produzido pelo cineasta cubano, Israel Rodriguez. A primeira edição do livro, em inglês, está disponível em vendas pela internet e já existem editoras interessadas em traduzi-lo para o português e espanhol.

 

  • O lançamento do documentário – The Extraordinary Journey of Fernando Bujones – sobre Bujones no festival de cinema internacional de Miami foi um sucesso. No dia do lançamento no Tower Theater os produtores foram surpreendidos por um público duas vezes maior que o esperado e tiveram que dobrar o numero de assentos da sala do cinema. Em seguida o documentário será oficialmente exibido em Nova Iorque.

 

  • A repercussão sobre as obras homenageando o grande artista 3 anos após a sua morte está sendo fantástica e alcançando repercussão internacional não só entre artistas mas também entre um publico que pela primeira vez conhece e se apaixonam pela incrível jornada de Fernando Bujones.
Anúncios

3 pensamentos sobre “Fernando Bujones, uma biografia

  1. Adorei! Amo ballet e estou bem chateado por não ter ido à apresentação de Ana Botafogo em Salvador no último fim de semana. Como no Brasil ainda não temos uma cultura que valorize o ballet é bastante difícil o acesso a apresentações de nível, em Salvador , por exemplo foi apresentação única e Deus sabe quando novamente terá uma apresentação de Ana Botafogo.
    bj

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: