Do Le Monde

char

Falando nas atrizes comerciais da França, me lembrei da Charlotte Gainsbourg – que andava meio sumida, mas que volta às telas com o filme Anticristo.

Filha do casal mais badalado dos anos 60 na França, Jane Birkin e do cantor porra-louca Serge Gainsbourg (que é uma instituição na França), Charlotte não teve como fugir do mundo artístico.

Sua mãe protagonizou o primeiro nu frontal do cinema francês no filme Blow-Up de Michelangelo Antonioni, também cantora e ícone da moda – até nome de bolsa ela virou.

Charlotte também se arrisca no mundo da música, com uma crítica bem favorável ao seu trabalho. Acho ela meio sem sal. Tentaram fazer dela uma espécie de Julia Roberts francesa – mas sem muito sucesso. Essa fórmula funciona melhor em Hollywood (tem coisa que não viaja bem), mas volta e meia eles tentam emplacar a moça mundo afora.

Existem sucessos unânimes, outros muito fabricados. Como falei no post anterior, gosto de espontaneidade. O que na minha opinião, falta bastante.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: