Annie Leibovitz no Cinemax

israel-043

Ontem antes de dormir – dei aquela zapeada básica na TV – para ver se havia algo de interessante para assistir (nunca tem), mas acabou que o Cinemax exibia um documentário sobre a vida da fotógrafa americana Annie Leibovitz (que para quem não sabe é famosa por aquela capa histórica do John Lennon e Yoko Ono nus na Rolling Stones – ele em posição fetal).

Tive a oportunidade de visitar a exposição sobre a vida de Annie em agosto do ano passado em Paris, na Casa Européia de Fotografia no Marais. Um dos espaços mais conceituados da Europa sobre o assunto. A maior parte das fotografias eram pra lá de íntimas, fotos pessoais da fotógrafa, fotos da carreira (Annie colabora sempre para a Vanity Fair e American Vogue).

As que mais me impressionaram foram as fotos da sua companheira, a escritora Susan Sontag, que faleceu recentemente de câncer. Annie fotografou todo processo da doença de Susan, praticamente até sua morte. Bem emocionante. Foi genial, comprei o livro da exposição, que por sinal era o mesmo mostrado ontem pelo documentário (que mostrou até a seleção das fotos pelo editor do livro e pela própria).

Outro momento interessante foi o making off da Vogue com a atriz Kristen Dustin na época do filme Maria Antonieta – levavam cerca de 5 horas com a maquiagem – para apenas 10 minutos de cliques, Annie é rápida no gatilho.

O filme contou ainda com depoimentos da mãe da fotógrafa, da irmã, de Anna Wintour, Mikail Barishnikov, Hillary Clinton, Mick Jagger, o pessoal da Rolling Stones, entre outros vários fãs. Valeu a pena acordar com sono, já que o filme acabou quase 2 horas da matina.

 

 

Anúncios

2 pensamentos sobre “Annie Leibovitz no Cinemax

  1. Idolatria a mediocridade judaica.
    Há trabalhos muito mais interessantes de fotógrafos brasileiros.
    Exprerimente Sebastião Salgado, Solano Freire, Vera Guimarãe, Ana Botelho Costa, dentre outros. Talvez a emoção seja maior.

  2. Lucio, o espaço aqui é bem democrático, mas um pouco de respeito nunca é pedir demais. É uma pena que as pessoas se refiram aos judeus dessa maneira.
    E gosto é peculiar, não? E isso aqui é um blog, onde falo da minha opinião.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: