Interiores – Woody Allen

interiors

Encerrando o papo sobre Woody Allen, fiquei devendo uma crítica (comentário na verdade) sobre Interiores, filme nitidamente influenciado pelo cineasta Ingmar Bergman.

Como pode pessoas tão próximas viver relações tão distantes? Essa é a pergunta-base do filme. Woody Allen faz uma análise freudiana, revelando aspectos fascinantes da personalidade humana a partir de uma família burguesa do Upper East Side em Manhattan.

Tudo aparentemente está em ordem, até que o patriarca de uma família decide abandonar a esposa para viver com outra mulher. A partir daí, essa família vai ter que mostrar seus anseios mais interiores.

A divergência entre as irmãs (entre elas, a sempre brilhante Diane Keaton), a loucura da mãe (interpretada pela ótima Geraldine Page) e a vontade de renascer do pai.

Interiores é um filme belíssimo e mostra esse lado sério de Allen, que acerta em cheio nos diálogos e na pesada carga emocional que o filme carrega.

Sem dúvida, uma obra-prima do cinema.

Anúncios

Um pensamento sobre “Interiores – Woody Allen

  1. Eu simplesmente adoro este filme. Uma obra sensível e que nos fascina com interpretações belíssimas com a de Diane Keaton, Geraldine Chaplin e Maureen Stapleton.

    As cenas finais são espetaculares. O filme todo é lindo, né!

    Como sempre, um belo trabalho de Woody Allen. Só que “Interiores” é brilhante.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: