Acossado, Jean Luc Godard

acossado

Quer se apaixonar pelo cinema francês? Bom, comece pelo filme Acossado de Jean- Luc Godard, que ao lado de François Truffaut era um dos responsáveis pela nouvelle vague.

Esse movimento na verdade representou uma ruptura com o cinema convencional, temas novos, muitas externas, cortes bruscos, existencialismo, diálogos longos, inserção de outras artes na sétima arte, fotografia rebuscada.

Para sentar e assistir. Vi quando comecei a estudar cinema por minha conta (li as duas biografias do Truffaut e do Godard).

Hoje em dia, Godard e Truffaut têm sido representados pelo cineasta Christophe Honoré (dos filmes Dan Paris – Canções de Amor – A Bela Junie). Há uma semelhança impressionante. Até na escolha do casting (Louis Garrel é o mais novo Jean Pierre Léud e Léa Seydoux a nova Anna Karina).

Um fato curioso é que os dois brigaram feio nessa época (1960) e sempre se atacavam na imprensa. Godard achava que o Governo privilegiava mais Truffaut e que seus filmes eram burgueses demais, caros demais.

Gosto mais de Truffaut do que de Godard. Muita coisa dele não entendo (apesar de que, falam que você apenas tem que assistir e não questionar nada – é arte pura). Mas tem coisa que a gente quer entender – e mesmo recorrendo a diversas críticas não chegava ao ponto que o filme queria mostrar.

Mas vamo que vamo!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: