O tempo que nos resta

tempsquireste02

Não lembro se já falei sobre o filme O Tempo que resta do François Ozon.

Muita gente não gostou do filme. Aliás, praticamente todos que eu recomendei (menos a Mônica – que até hoje só torceu o nariz para Trem da Vida).

Enfim, o filme fala antes de mais nada de tempo e de morte. Assuntos sempre presentes na obra do diretor.

No filme Romain, famoso fotógrafo de moda, 30 anos, descobre que está com um tipo de câncer terminal e tem apenas 3 meses de vida.

Após a descoberta, começa uma série de conflitos internos e questionamentos sobre a vida.

Acho o filme profundo, afinal nem sempre paramos para perceber que caminho nossas vidas estão tomando.

Estamos felizes? O que fazemos para mudar nossas vidas? Nossa relação com o mundo e com as pessoas está realizada?

O filme conta com a ótima participação de Jeanne Moreau, como a avó de Romain.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: